Tenho um filho gay, o que fazer?


Muitos pais se fazem essa mesma pergunta várias e várias vezes tornando a angustiante e confusa, veem o homossexualismo como o fim do túnel, mas não é!
As causas do homossexualismo/homo-afetividade ainda intrigam os estudiosos, mas dentre uma das causas mais prováveis está a  genética. Os cientistas afirmam que um número menor de hormônio (testosterona)  masculino em homens ou o excesso dele em mulheres causa a alteração do comportamento e do desejo sexual, ou seja, de acordo com os cientistas gostar de pessoas do mesmo sexo é um problema genético.
Cabe aos pais entender o outro lado e tentar se colocar no lugar do filho. Castigos, discursos e brigas só vão gerar mais desentendimentos e para acabá los seu filho vai começar a mentir para os pais somente para agradá lo , ACREDITE!! estar perto e apoia lo pode livrar ele do mundo da AIDS, drogas e alcool e o pior, ele pode sair e não te dizer pra onde vai e acabar voltando pra casa espancado ou morto por homofóbicos.
Independente de qualquer coisa, deixe que ele fale para você a opção dele no momento certo para ele, investigar a vida dele não ajuda e pode gerar o distanciamento e o medo que deixam-o cada vez mais inseguro e sem opções, não pressione ele. Bater, exorcizar etc... não vai resolver, isso não determina um homem como gay ou não, ele não vai deixar de ser ( ele pode esconder o que é, e viver infeliz).
Conselhos, apoio e compreensão devem ser as atitudes dos pais, o desespero só gera ainda mais confusão na cabeça dele. Ficar perto do seu filho não tem preço, não desperdice...
Um filme que eu recomento tanto para pais, quanto para filhos que estão querendo assumir aos pais é o "Orações para Bobby" apesar de ser legendado vale a pena ser visto:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Gay passivo: Como fazer a xuca?

Gay: Como fazer um sexo oral perfeito ?

PRIMEIRA VEZ GAY: Como se preparar?